Remédios naturais – o que são?

Normalmente nos vendem a ideia de que realizar determinados tratamentos com remédios naturais é mais eficaz e benéfico para o nosso organismo.

Isso porque os medicamentos naturais possuem menos efeitos colaterais e por isso, o seu uso é mais seguro e indicado. Entretanto, é preciso que façamos algumas ponderações em relação a essa indicação do uso dos remédios naturais.

Quando encontramos um medicamento na farmácia, seja ele vendido com ou sem prescrição médica este medicamento excepcionalmente é aprovado e regulamentado pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Nesse processo de certificação pela Agência, sabemos que o medicamento tem eficácia comprovada sobre o problema que se propõe a tratar.

Uma garantia que já não temos com a manipulação dos produtos ou remédios naturais. Os remédios naturais são oriundos muitas vezes de crendices populares, mas calma, vamos explicar isso melhor.

Medicamento natural

O medicamento natural não passa por um processo de regulamentação e não há neles o mesmo rigor que há com os medicamentos “tradicionais”, por assim dizer. Sem regulamentação nem mesmo a sua eficácia é atestada cientificamente.

Mas afinal, o que queremos dizer com isso? Você tem nas mãos um medicamento que comprovadamente atua sobre a sua principal indicação de uso.

Um medicamento tradicional seja ele de qual ramificação for (antibiótico, antiinflamatório, etc.) tem a sua recomendação de uso cientificamente atestada.

Contudo, com os medicamentos naturais não temos esse mesmo respaldo, a sua eficácia fica a mercê da crendice de quem o utiliza.

Afinal medicamentos naturais e fitoterápicos são duas coisas iguais?

Certamente, essa é uma pergunta que pode estar presente na sua cabeça nesse exato momento, tanto se os medicamentos fitoterápicos quanto os homeopáticos são iguais aos naturais. Vamos lá!

Embora possam serem bem parecidos, uma característica fundamental os diferencia, tanto os fitoterápicos ou homeopáticos dos naturais. Mas antes é preciso que você saiba o que vem a ser cada um deles.

Medicamento fitoterápico:

O medicamento fitoterápico é feito de drogas vegetais, insumos naturais. Normalmente são utilizados extratos, sucos e ademais para a preparação de um fitoterápico.

Medicamento homeopático:

O medicamento homeopático acredita na utilização de uma substância que seja causadora do problema para tratá-lo.

Pensando desta forma, os medicamentos fitoterápicos seriam semelhantes aos naturais, entretanto, ao contrário dos naturais, os medicamentos fitoterápicos possuem a sua ação cientificamente comprovada.

Embora sejam feitos a partir de insumos naturais (assim como os remédios naturais) sua eficácia sobre o problema que se propõe tratar é comprovada, como acontece com os medicamentos “tradicionais”.

Riscos

Afinal, se não bastasse não ter a sua eficácia comprovada, é possível que um medicamento natural ainda prejudique a nossa saúde. Isso porque, se pararmos para analisar, das dez substâncias mais venenosas que temos, oito são totalmente naturais.

Se você acredita que consumir um medicamento normalmente comprado na farmácia pode trazer inúmeros riscos a sua saúde, o tratamento realizado com remédios naturais pode ser igualmente ou ainda mais prejudicial.

Por isso, recomendamos que você primeiramente evite a automedicação. Contudo, prefira os fitoterápicos que além de comprovadamente não apresentar grandes riscos, possuem sua eficácia assegurada.

efeitocolateralblog

Sou estudante de ciências farmacêuticas da Universidade do Porto

3 comentários em “Remédios naturais – o que são?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: