Alergia a Dipirona – Por quê?

Ter alergia a certos remédios é uma reação normal do seu sistema imunológico. No entanto, você deve ficar em alerta, pois há alguns que geram reações graves. E ter alergia a Dipirona, significa ter alergia a vários outros medicamentos que contem ela em sua composição.

Existem realmente medicamentos que pode lhe causar desconforto: irritação, febre, coceira, inchaço na boca, olhos ou garganta, falta de ar, olhos lacrimejando etc.

Vale ressaltar que alergia a dipirona é diferente de sentir os seus efeitos colaterais. As reações alérgicas ocorrem a certas pessoas (de modo muito específico), tem a ver sempre com o sistema imunológico e sua resposta é sempre negativa.

Já o efeito colateral da dipirona pode ocorrer a qualquer pessoa, raramente está ligado à imunidade e sua resposta – positiva ou negativa – é por conta de sua composição.

Pode ser que você esteja sentindo uma alergia a dipirona deixando-o preocupado. A reação alérgica pode ocorrer de imediato ou dentro de 1 hora após o uso.

Caso essa seja a sua situação é recomendável suspendê-la de imediato e tentar descobrir as causas por trás disso. Pode ser que outro remédio semelhante a dipirona também lhe cause uma reação alérgica. Fique de olho!

A prescrição da dipirona é bastante comum já que ela é um dos tipos de medicamentos enquadrados como analgésico e antitérmico. Ela atua como um calmante de espasmo (contração muscular involuntária) e apaziguador de febre (baixa a temperatura).

Descubra abaixo o porquê de você ter alergia a dipirona. Essa informação pode lhe esclarecer suas dúvidas para evitar o seu consumo. É fundamental que você fale ao seu médico que possui essa alergia a fim de que ele possa prescrever outro medicamento.

Saiba mais sobre o Dorflex clicando aqui!

Alergia a Dipirona – Por quê?

Existem alguns fatores que fazem com que o seu sistema imunológico reaja negativamente a dipirona causando uma reação alérgica. Dentre os principais, deve ser por que você tem:

  • Hipersensibilidade ao agranulocitose ou granulocitopenia (alteração no sangue onde o corpo não produz glóbulos brancos suficientes)
  • Asma
  • Pancitopenia, que é a diminuição de células no sangue (plaquetas, glóbulos vermelhos e brancos)
  • Alguma medula óssea que se encontra prejudicada
  • Por estar grávida ou amamentando

O recomendável é que procure ajuda médica para fazer um diagnóstico a fim de saber precisamente porque você tem alergia a dipirona.

Como proceder ao descobrir que tenho alergia a dipirona?

Se você tiver algum sintoma de alergia a dipirona, seja leve ou grave, suspenda o uso imediatamente. Agora, caso já saiba que é alérgico a esse medicamento, então, siga estes passos:

  • Certifique-se de informar a todos os seus médicos sobre essa alergia. Isso inclui seu dentista, por exemplo, e qualquer outro especialista que possa prescrever a dipirona para você.
  • Considere levar um cartão ou usar uma pulseira ou um colar que identifique sua alergia a dipirona. Em uma emergência, essa informação pode salvar a sua vida.

Para você se sentir mais seguro e descobrir se tem alergia a outro medicamento (fora a dipirona) recomenda-se ir a um Alergologia. Ele é um médico especialista em diagnosticar e tratar doenças alérgicas. Certamente, poderá lhe orientar e ajudar.

Assim, você saberá quais medicamentos não poderá tomar devido a gerar alergia.

efeitocolateralblog

Sou estudante de ciências farmacêuticas da Universidade do Porto

3 comentários em “Alergia a Dipirona – Por quê?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: